Seguidores

sábado, 15 de janeiro de 2011

Amor escondido




Quem me vê assim como estou
em águas revoltas do mar do amor
não imagina que um dia eu disse
não amarei mais
Não irei querer sentir a dor e a alegria
do amor
quem me vê assim fazendo poesia
nem imagina que estou apaixonada
e não sabe da delicia de me sentir amada
quem me vê assim
vê porém toda minha alegria
ah! só não imagina
que vivo e respiro por ti
minha sina
quem me vê assim....
ah meu bem querer
que pena não sabe de nada
nem de você.

Rosane Silveira
às 16:19 do dia 12/05

Um comentário:

  1. Ah menina Elsy... que lindo... que especial...
    Deus guarda muitas surpresas para o coração da gente... e nos faz viver momentos especiais, quando já não mais acreditamos na possibilidade de encontrarmos o caminho doce da poesia...

    Viva cada segundinho com o teu amado... pq esse é o momento das bençãos...e a mão de Deus pousam carinhosamente no coraçãozinho de vcs...
    e que seja assim.. pra sempre abençoado...

    beijo grande aos dois!!!

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo