Seguidores

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Urgência de te amar


Eu não queria confessar


Que toda minha pressa

É para logo te encontrar

Vai a noite vem o dia

E se demoras começa a agonia

Mas quando me vejo

Nos braços teus

É imensa a minha alegria

Então felizes

Somos beijos e abraços

E não há nada que nos cause embaraço

 
Elsy Myrian Pantoja
Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo