Seguidores

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Resposta ao vídeo de Edir Macedo a favor do aborto - MÃE NÃO ME MATE NOVAMENTE



Fiquei estarrecida diante do vídeo em que um homem que se auto denomina Pastor, pregar a pratica do aborto, fiquei tão enojada , custei a acreditar no que estava vendo e ouvindo, vou postar o referido vídeo aqui e depois postarei um texto como resposta a afronta as nossas Leis Divinas. Que Deus tenha piedade deste homem macomunado com o capeta!!!!
Elsy Myrian Pantoja






Lutei, trabalhei, empenhei-me para conseguir a autorização para renascer; e tu te comprometeste comigo; comigo e com Deus ...

Quanto me alegrei no dia em que tu, em espírito, ao lado de papai, aceitaste receber-me na intimidade de teu lar. Ansiava esquecer, desejava um novo corpo que me possibilitasse resgatar meus erros do passado. Planejava um futuro de luz. Em verdade, minha vida estaria marcada por provas e testemunhos redentores. Contudo, preparei-me confiado no teu amor. E, no momento que mais necessitava de ti, me assassinaste ... Quando me sentiste no santuário do teu ventre, trocaste de conduta e começaste a torturar-me. Teus pensamentos de revolta que ninguém ouvia, retumbavam em meus ouvidos incipientes, como gritos dilaceradores que me afligiam enormemente. Os cigarros que fumavas me intoxicavam muitas vezes. Teu nervosismo, fruto de teu inconformismo, me resultava em verdadeiras chicotadas. Quando decidiste abortar, ocorreu uma luta tremenda: tu querendo expulsar-me de teu ventre; e eu lutando por permanecer. Por que fechaste os ouvidos à voz da consciência que te pedia compaixão e serenidade? Por que anestesiaste os sentimentos, a ponto de esqueceres que eu trazia um universo de bênçãos e de alegria para ti? Haveria de ser um filho obediente e amoroso. Trazia meios que iam amparar-te nos últimos anos de tua presença na Terra. Todavia, tu não quiseste. Olha as conseqüências: eu atormentado por não poder nascer e tu, enferma, triste e intranqüila. Tua mente castigada pela aflição e teus sonhos povoados de pesadelos. Por que mãezinha, por que não me deixaste renascer? "É cedo, ainda", pensaste."Quero gozar a vida, passear, divertir-me, viajar. Os filhos, só depois". Todavia, nenhum filho chega no momento inadequado. As leis da vida são sábias e ninguém nasce por acaso. Porém, pelo grande amor que te tenho, estou pedindo para ti a misericórdia de Deus. Até me atrevi a interceder para que alcances a bênção do re-equilíbrio, para que, em futuro próximo, estejamos juntos, eu em teu ventre e tu, como sempre, em meu coração; eu alimentando-me de tua vitalidade e tu fortalecendo-te na grandeza de meus mais puros sentimentos. Mãezinha, por favor: não repitas teu ato premeditado. Quando sentires novamente alguém batendo na porta do teu coração, serei eu, o filho rejeitado, que voltou para viver e ajudar-te a ser feliz. "



MÃEZINHA, NÃO TE ESQUEÇA DE MIM, NÃO ME ABANDONES, NÃO ME EXPULSES,


NÃO ME MATES NOVAMENTE, NECESSITO RENASCER!

Um comentário:

  1. OLÁ ELSY,

    já fui até processado por uma jornalista muito conhecida que , na sua revista faz de forma contumaz a defesa desta prática diabólica e nojenta do aborto e eu mandei centenas de e-mails acusando-a de violar os preceitos constitucionais.

    Ao final, houve acordo!

    Em todos os meus blogs, chamo a atenção para que não se façam abortos, sempre criminosos e que nenhuma mulher tem o direito de praticar.

    Quanto a este pastor, não estou nem um pouco surprêso.

    Entre as várias denominaçãoes evangélicas existe uma enorme competição e o Silas Malafaia está condenando violentamente, o aborto em seus programas de televisão.

    O Edir, passou para oposição, na certeza de que possa arranjar mais ovelhas descontentes e contribuintes.

    Parabéns pelo seu posicionamento!

    Um abração carioca!

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo