Seguidores

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A porção melhor

Que nada, minha porção mulher que até então se resguardara
É a porção melhor que trago em mim agora
É o que me faz viver
...”

Super-Homem, a Canção
Gilberto Gil

Em pleno clima de final de ano, com as cidades já vestidas em tons de verde, vermelho, dourado e, feericamente iluminadas, as pessoas fazem planos, avaliam seus erros, anotam os acertos e fazem, mesmo que apenas mentalmente, listas de propósitos e objetivos a serem cumpridos e alcançados no próximo ano.
O Dia da Consciência Negra é celebrado, a história de Zumbi dos Palmares é lembrada e contada nas mais diversas manifestações artísticas, literária e pelos meios de comunicação.

Enquanto isso, na Somália localizada no extremo leste do continente africano, na região semiárida conhecida como Chifre da África, uma mulher de 20 anos é apedrejada até a morte por ter um relacionamento extraconjugal. Ao namorado, solteiro, 29 anos com quem teve um caso e um filho que já nasceu morto, coube a punição de cem chibatadas pela mesma infração. O xeque Ibrahim Abdirahman, juiz do grupo al-Shabab, disse que a mulher foi morta na terça-feira, em frente a uma multidão de aproximadamente 200 pessoas, perto da cidade de Wajid. Abdirahman.

Nós, que como Deus, temos o privilégio de sermos brasileiros, usufruímos das tradicionais festas e confraternizações que marcam esta época, uma vez a cada ano; na Somália, este foi, segundo alguns canais de notícia, o quarto apedrejamento até a morte por adultério no último ano.

A nós, abençoados por Deus, resta o refúgio da couraça, da venda que permite a cegueira à Justiça, para ocultar de nossos corações e mentes as barbáries e, em confortável ignorância, vivermos a porção de obrigatória alegria. E como poderia ser diferente? 
 
Texto belíssimo da minha amiga Livia Where

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo