Seguidores

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Doces desejos



Ah o amor


Bom sermos amados


Entregar-se por inteiro


Mesmo que lá adiante


O coração fique partido ao meio





As caricias plenas


Devastando a alma


Plena de desejos


Vem completar


Os nossos íntimos anseios





Devagar não há pressa


Temos tempo bastante


Vamos amar e amar


Em uma volúpia constante





E quando chegar a aurora


E os pássaros anunciarem


Que é hora de dizer adeus


Restará a lembranças


Que estive nos braços teus

Elsy Myrian Pantoja
Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo