Seguidores

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Fred Mercury



Nasceu como Farokh Bommi Bulsara, no dia 5 de setembro de 1946, em Zanzibar (atualmente parte da Tanzânia). Seus pais, Bomi e Jer Bulsara, eram persas. No colégio os colegas começaram a chamá-lo de Freddie, nome que a família acabou adotando. A música a que ele tinha acesso era principalmente indiana, mas também escutava algumas obras de origem ocidental. Ele ficava cantando sozinho e preferia a música às tarefas escolares. Freddie começou a aprender a tocar piano. Tornou-se também membro do coral e participava regularmente nas produções teatrais da escola. Ele adorava as aulas de piano e se empenhou nelas com determinação.Em 1964, muitos dos britânicos e indianos, devido a distúrbios políticos, deixaram Zanzibar, embora não tenham sido pressionados. Entre os que saíram, estavam os Bulsara, que foram para Inglaterra. Freddie tinha 17 anos e decidiu que queria ir para uma faculdade de Arte.

Seu histórico e suas habilidades naturais garantiram que ele fosse aceito pela Faculdade Ealing de Arte e em setembro de 1966 Freddie começou um curso de Ilustração gráfica.

Um de seus colegas de classe era o baixista Tim Staffell, de quem Freddie se tornou grande amigo. Assim que sua amizade com Tim aumentou, Tim levou Freddie para participar dos ensaios de sua banda chamada Smile.

Apesar de Freddie gostar do som da banda, ele estava comprometido em seus próprios projetos e participou ora como vocalista, ora como guitarrista de outras bandas. Isso até abril de 1970, quando a banda Smile é reformulada e Freddie acabou ficando de vocalista. Freddie decide mudar o nome da banda para Queen, e também, resolve mudar seu nome para Mercury.

Mercury (mercúrio) foi escolhido, reza a lenda, por dois motivos: um por ser o deus dos mensageiros e outro por ser o planeta do seu signo ascendente. Também em 1970, Freddie conheceu Mary Austin, eles viveram juntos por 7 anos e se mantiveram bons amigo até o final de sua vida (inclusive a casa de Freddie em Londres é dela hoje).

Além do sucesso espetacular com o Queen, Freddie teve trabalhos solos de grande sucesso, tais como: Barcelona, Álbum e Mr. Bad Guy.
Dia 24 de novembro de 1991, Freddie morreu em sua casa em Londres, de pneumonia que
decorreria da Aids, um dia após ter declarado publicamente que estava com a doença.

Em uma declaração um pouco antes de morrer, Freddie dá a melhor definição de si mesmo: "Você é a ultima pessoa com quem falo.... provavelmente vai ter a melhor entrevista, meu caro. Não quero mudar o mundo. O que mais me importa é a felicidade. Quando estou feliz, meu trabalho reflete. No final, os erros e as desculpas são minhas. Gosto de sentir que estou sendo honesto. No que me compete, quero aproveitar a vida, a alegria, a diversão, o máximo que puder nos anos que ainda me restam. Pronto, já gravou? Agora, use. Foi o mais perto que cheguei a me emocionar em uma entrevista."

Freddie foi cremado e não há túmulo que os fãs possam visitar. Em 1992 foi erguida uma estátua em sua homenagem em Montreux, na Suíça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo