Seguidores

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

ISABEL PANTOJA




Uma voz que flui de algum canto do céu

Juntinho a Deus

O corpo poesia

O bailado louca harmonia

Se enamora e recorda

Em vermelho a alma

A boca

O vestido

Bela Isabel Pantoja

Toda sentidos

Sobre a cabeça volteiam as longas mãos

E a capa de Paquirri
 
 
Tania Meneses
Imagem : Foto da belíssima cantora
 
 
Poema em Homenagem a Isabel Pantoja dona de uma das vozes mais querida na Espanha, obrigada pela deferência minha amiga Tania.
 
 
 
 

Um comentário:

  1. buenos dias megusta muijo la musica tua.eu sou portugues mas tenho todos los discos
    comtinoa assim xau um beijito

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo