Seguidores

sábado, 6 de fevereiro de 2010

SAUDADES DE VOCÊ MEU AMOR


Meu peito arde em agonia

Quando a saudade depressiva

Rouba-me a alegria da entrega passiva



Busco restos nas taças

De vinho da noite passada

A saliva dos beijos trocados



Ausência breve, mas torturante

Volte logo e faremos tudo melhor que antes

Um comentário:

  1. Quando eu tinha 17 anos fiz um poema sobre a saudades...Qualquer dia eu posto (coisas de menina). Passei para te oferecer ( A você e a Bell) um selinho que postei no "Leio...". Agora que estou aprendendo ninguém me segura kkkkkk.
    Estou providenciando o mural pra você...
    Um abraço
    Marineide

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo