Seguidores

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Estou dodoi


Sabe aquele sexto sentido, de que algo não vai bem, acordei dessa forma nessa terça 21 de julho, mas...como já tinha assumido compromissos, horários comprometidos, tomei um banho quente e fui a luta, na rua um frio de doer até a alma, passei o dia tão concentrada no que estava fazendo e no que tinha que ser feito que não atendi ao apelo do meu organismo, dando sinal de alerta. Bem como já era esperado, desabei literalmente, passei uma noite horrível, mal estar geral, mas ainda preocupada com tudo que tinha pra fazer apenas tomei um antitermico convencional, dei uma cochilada e despertei com toneladas de pedras nas costas, era esta a sensação que eu tinha, mesmo assim, como ainda tinha deixado pendências no meu local de trabalho encarei a manhã fria, mas confesso a você me odiei depois por isso, minha febre está voltando, mas determinada a não mais me sacrificar por compromissos que achamos inadiáveis, tudo tem um limite e nosso corpo reflete o nosso cotidiano estressante manifestando desde um simples resfriado, até doenças mais sérias. Não somos tão fortes quanto imaginamos, e ao agirmos assim como citei acima, de certa forma estamos sendo levianos com nossa própria vida, em nome de conceitos arraigados de que não devemos deixar nada pra depois. Pois afirmo tem coisas que podem ser deixadas sim, não somos insubstuiveis e sempre há um jeito pra tudo, portanto ao menor sinal de alerta, pare tudo e cuide-se, acima de qualquer coisa somos responsáveis pela nossa saúde e pela nossa vida. Esperando logo melhorar, deixo meu carinho a vocês.


Elsy Myrian Pantoja

Imagem Pesquisa Google

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante este texto quando o corpo doe a alma padece,é o que anda acontecendo comigo mais vou levando a vida quem sabe eu consiga encontrar um amigo como você citou na sua cronica que me possa abrir meus olhos,ofertar um ombro e dizer palavras suaves com fundo da realidade em forma de poesia.Aí sim saberei que tenho um amigo de verdade.Parabens pelo texto maravilhoso e encantador

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo