Seguidores

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Meu nome é Mulher






Meu nome é Mulher


Não quero pedaço de vida, quero chegada, quero pé na estrada
Quero chuva, chuveiro, água de mar
Quero alegria, mereço folia, quero a rosa escarlate
Quero a cereja do bolo, quero chocolate

Quero deixar claro meu grito de liberdade
Quero viver, quero alegria
Nessa vida não cabe mais saudade
Não cabe maldade e nem falsidade

Sou porta voz da esperaça
Vou buscar o meu destino
Tenho a inocencia de uma criança
Hoje todo barulho é dança

Vou ser companheira do vento
Brincar nas areias do mar
Contar segredos as estrelas
Nada mais vai me fazer parar

Hoje meu nome é mulher
sou mãe, sou amiga
Sou forte e segura
A minha candura
so mostro a quem bem me quer


Céu Elsyane 17/007/09
Imagem colhida no Google pesquisa

Um comentário:

  1. Sou suspeito pra comentar sou poeta sem fazer poesias mas adoro e amo de paixao sinto os sentimentos das poetisas aflorarem do coraçao.Parabens poetisa que Deus abençoe vce em sua jornada poetica.abraços.
    Markus Falcao

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo