Seguidores

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

E o povão sofre


Ônibus lotado, preço nas alturas e horas longas e intermináveis horas de espera. É assim que se encontra o transporte público no Brasil, serviço esse de baixa qualidade, inseguro e que jamais mereceu com raras exceções uma avaliação positiva de seus usuários. A classe trabalhadora é a mais prejudicada, acordam cedo e levam até duas horas para chegar ao seu destino, isso sem contar com a nova modalidade de protesto insano de tocar fogo nos ônibus. A principal razão dessa balburdia pura e simplesmente, é a falta de um planejamento e controle por parte dos nossos governantes na área municipal, já que os mesmo são os responsáveis por sua implantação, assim como a total falta de visão estratégica adotada pela empresas que exploram os ditos serviços. São tantas as deficiências, a população fica a mercê das mais inusitadas situações como greves longas, aumentos inesperados de tarifas com o objetivo de atender tão somente o interesse dos gananciosos empresários do setor. É gritante o despreparo dos motoristas e cobradores, os pontos ou terminais sem nem um conforto ou proteção, poucos veículos disponíveis, ocasionando superlotação nos horários de pico e ainda o descumprimento dos horários isso com muita freqüência, bem eu teria que desfiar um rosário enorme de outros problemas enfrentados pelos usuários e o pior deles o monopólio das empresas que exploram o setor de transporte da cidade. A falta de concorrente leva o empresário a fazer e acontecer, o descumprimento da lei quanto à convocação de licitações em caráter de urgência para soluções paliativas, agrava mais ainda o caos urbano e a vida de quem depende desse tipo de transporte.
A qualidade do transito depende e muito da melhoria do transporte urbano evitando a utilização de mais carros nas ruas aumentando mais ainda a poluição e engarrafamentos. Lamentável mas essa é a realidade nua crua, mais uma vez o povo fica em desvantagem e mal assistido em suas necessidades, conclusão, estresse alto e um dia improdutivo pra quem precisa de até 4 horas dentro de um coletivo lotado.
Elsy Myrian Pantoja
Imagem disponibilizada na internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo