Seguidores

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Homenagem a Patrick Swayze

Depois de lutar bravamente contra um câncer no pâncreas por mais de um ano, Patrick Swayze não resistiu e morreu nesta segunda-feira (14), em sua casa, ao lado a família, em um rancho no Novo México, nos Estados Unidos. O ator, que tinha 57 anos, passou por um duro processo de quimioterapia, mas a doença venceu o tratamento.

"Patrick Swayze nos deixou pacificamente com sua família ao seu lado, depois de enfrentar os desafios de sua doença nos últimos 20 meses", informava o comunicado divulgado pela relações públicas do ator, Annett Wolf. Nenhum outro detalhe foi dado.

Ultimamente, o astro de Hollywood era flagrado nas ruas cada vez mais magro, o que assustava seus fãs e a imprensa. Mesmo com o visual abalado, Swayze continuou vivendo sua vida, trabalhando e não deixou o vício do cigarro de lado.

Mesmo doente, montou um livro de memórias com a esposa, Lisa Niemi, de 32 anos. A publicação leva o nome de "One Last Dance" ("A Última Dança"). O livro deve ser lançado ainda este ano.

O autor de uma biografia não-autorizada, Wendy Leigh, fez questão de relembrar da garra de Swayze na hora que decidiu que não pararia de trabalhar e daria continuidade a sua participação na série de TV norte-americana "The Beast".

"A ética profissional dele era tanta que, mesmo sentindo uma dor terrível durante as filmagens, ele tirou apenas um dia de folga e se recusou a tomar analgésicos", afirma o autor da biografia, Wendy Leigh.

No livro, um dos responsáveis por "The Beast" lembra como Swayze disse aos produtores que tinha "péssimas notícias", mas que iria continuar com a série.

"Ele disse: 'Estou em ótimas condições. Sou um cowboy. Sou um dançarino. Vou superar isso'", conta o produtor Jamie Erlicht em um trecho do livro.

Já em plena luta contra a doença, Swayze afirmou em uma entrevista para Barbara Walters que "estava passando pelo inferno".

Dançarino

A fama veio em 1987, quando fez "Dirty Dancing". No clássico filme, o ator interpretou um professor de dança que se envolve com uma de suas alunas. Em 1990, a notoriedade se consolidou com o sucesso "Ghost, Do Outro Lado da Vida", em que fazia par romântico com Demi Moore.

Filho de um engenheiro e uma dançarina, Swayze era um assumido apaixonado por balé. No início da carreira, ele estudou em uma das mais importantes companhias de dança de Nova York, chegando a ser convidado a atuar com o grande ícone do balé, Mikhail Braryshnikov. Mas, por conta de lesões na perna, decorrentes da época em que jogou futebol, a carreira de dançarino não vingou.

Swayze escolheu, então, seguir a carreira de ator. O ator fez parte de diversos espetáculos da Broadway e a estreia nas telonas foi em 1979, com o filme "Skatetown". Com um currículo invejável, o moço foi eleito uma das personalidades mais intrigantes em 1990 e o Homem Mais Sexy do Ano de 1991, segundo a revista "People".

Um comentário:

  1. bah,este ano esta morrendo só pessoas importantes não é? como por exemplo no inicio do ano morreu o jeremias logo após morreu o michael jackson,depois patrick swayze e por ultimo omocorongo..... euera amigo dela mas infelizmente morreu!!

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo