Seguidores

sábado, 13 de junho de 2009


Amor eterno
Que o amor que busco
Não seja como gota de orvalho
De beleza rara
Mas tão fugaz
Forma-se à noite
E ao amnhecer se desfaz!
Se o amor traz felicidade
Quero amar sim e assim viver
No colo, nos lábios de alguém
Me encontrar e me perder
Não por horas
Minutos ou segundos
Tempos do mundo
Mas pela eternidade!
(Walter Pereira Pimentel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo