Seguidores

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A Águia e o Dramaturgo


Hoje fugindo um pouco de meus assuntos habituais, vou fazer uma abordagem bem amadora sobre o universo das aves de rapinas, injustamente assim chamadas, já que rapina é um termo proveniente de rapinagem o mesmo que roubo seguido de violência e não é esse o caso, pois as mesmas abatem a caça para alimentação como qualquer animal predador, estou aprendendo ultimamente algumas peculiaridades desses seres da natureza através da parceria de um Blog onde o tema primordial é sobre aves. Os Gaviões e Águias recebem a classificação de Falconídeos. Pesquisando para esse texto fiz uma descoberta interessante sobre uma espécie de águia egípcia que tem o porte de gavião, habitam o Mediterrâneo as suas margens e também as encontramos no Norte da África e a peculiaridade é que se alimentam basicamente de tartarugas, quelônios abundantes nas margens do Mediterrâneo, as presas são levadas nas garras das aves acima citadas e nas alturas são soltas com intuito de quebrar na chegada ao solo, facilitando assim a deglutição do alimento. Há na historia algo curioso, conta-se que Ésquilo filosofo grego 525 A.C a 456 A.C., em uma de suas divagações, talvez criando um de seus dramas teatrais, foi atingido na cabeça por um quelônio arremessado por uma águia egípcia que por ali perambulava preparando seu almoço, sem saber que o objeto de seu banquete viria causar a morte do grego dramaturgo. Bem pelas minhas pesquisas esse foi o único acidente registrado na historia da humanidade. O acaso infeliz interrompeu a carreira do maior autor da antiguidade, privando-nos de suas obras tão criativas.


Elsy Myrian Pantoja


Imagem disponibilizada no Google Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo