Seguidores

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Ócio a mãe de todos os males


Estes ultimos dias pra mim, tem sido uma correria sem fim no afã de cumprir meus prazos terminar tarefas já iniciadas. É prazeroso termos o tempo tomado por atividades, sejam elas por lazer ou compromisso profissional.

O ócio mina nossa alma, nossa mente desocupada cria e imagina fatos que não só destroem as nossas vidas como muitas vezes a vida de outrem, toda intriga, toda fofoca e afins, são ourindos de uma mente preguiçosa, inteligente em sua essencia, mas sem capacidade de fazer algo de útil por si e pelo próximo.

Mas sem exagerar na dose, trabalhar e bom mas o lazer seja que forma for, é saudavel e necessário em nossas relações humanas.

Aqui vai minha humilde sugestão, se gosta de internet, pesquise os Blogs e Sites, tem muita gente boa fazendo coisas úteis doando seu tempo pra ceder conhecimento a quem se interessar.

A leitura hábito saudavel que nos faz viajar sem sair do ambiente em que estamos.

Trabalhos sociais voluntários, esses já fiz bastante em asilos, creches e apesar de não ser de minha área, fazia pesquisas preparava palestras sobre o meio ambiente e ia nas escolas levar informações de como devemos preservar o espaço que ocupamos no planeta.

Enfim, com essas atividades e há varias que aqui não citei, jamais daremos espaço pra depressão e tristeza, ou nos preocuparmos com a vida pessoal de terceiros que a nós não interessa.

Elsy Myrian Pantoja

Imagem pesquisa de imagem Google

Um comentário:

  1. Belo tema.vi refletido varias pessoas de meu convivio,que por veses na opçao de escolha prefere ficar adentrando na vida alheia.do que tentar fazer algo de útil ao nosso meio de convivencia.Abraços.Erick.

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo