Seguidores

domingo, 23 de agosto de 2009

Dor na alma

Às vezes coisas bestas nos machucam mortalmente a ponto de nos fazer chorar e chorar com aquela dor funda no peito, chamada angustia ou dor de rejeição. Uma vontade enorme de sumir, pois nos sentimos impotentes diante de tanta tristeza. A arte de bem amar requer cuidados com corações frágeis, almas cheias de cicatrizes, algumas pessoas não se dão conta disso e saem atropelando nossos sentimentos e fragilidades. O pior de tudo é não ver um colo a nossa frente, expor a dor aflige mais ainda e muitas vezes o consolo pretendido tem um preço muito alto. Deus de onde tirar forças pra suplantar um mau momento, quando o breu da noite a tudo cobre nos fazendo cegos e desprotegidos. Um vento frio corre na sala, testemunha do meu desalento, preciso encarar tudo com serenidade, como se isso fosse possível.

Elsy Myrian Pantoja
Imagem pesquisa Google

3 comentários:

  1. MUITO BELO,PARABENS A ESCRITORA POR TAO BELAS PALAVRAS APESAR DE TRISTES.bju

    ResponderExcluir
  2. Me senti a pessoa do texto, somos tão ligadas, normal sentir coisas parecidas, mas você com certeza consegue melhor aproveitar as palavras, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Sabe Elsy. O sofrimento por vezes prega partidas e antes de partir descarrega o sofrimento transformando em lindas flores.BJu
    Celi@

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo