Seguidores

sábado, 15 de agosto de 2009

HOMEM DE COR...


HOMEM DE COR...
Poema Africano

Meus caros irmãos
Quando nasci eu era negro
Agora cresci e sou negro
Quando tomo sol fico negro
Quando estou com frio fico negro
Quando tenho medo fico negro
Quando estou doente fico negro
Quando morrer ficarei negro
E você homem branco,
Quando nasce é rosa
Quando cresce fica branco
Quando toma sol fica vermelho
Quando sente frio fica roxo
Quando sente medo fica verde
Quando está doente fica amarelo
Quando morre fica cinza
E ainda tem a "cara de pau" de me chamar de "homem de cor"?
TOMA VERGONHA!

Este texto foi postado no Blog Musica e Poesia por Noemia Hime
Imagem do google

Um comentário:

  1. adorei o poema,existem tantas pessoas que deveriam tomar conhecimento de sua existência para melhorar suas atitudes.

    ResponderExcluir

Coletânea de poemas de vários autores - Trabalho Primoroso da Poetisa Luna de Primo